Alecrim

Alecrim na Cozinha

 

Esmagadas, as folhas do alecrim têm um refrescante cheiro a pinho, com toques de hortelã e eucalipto. O seu intenso sabor pode subjugar os outros, se usado em doses demasiado generosas. Complementam sabores igualmente fortes, como os do vinho e do alho; alimentos com amido (pão, batatas); carnes ricas (borrego, porco, pato e caça); legumes (beringelas, curgetes e couves), e ligam bem com pratos de salsichas, recheios, sopas e guisados. Servem ainda para aromatizar azeites e vinagres.

 

Despidos da maioria das folhas, os caules de alecrim transformam-se em aromáticos espetos para peixe, carne ou legumes, aos quais transmitem o seu sabor.

 

As folhas têm uma textura bastante lenhosa, por isso use-as finamente picadas. Como alternativa, use espigas inteiras, ou ate as folhas num quadrado de gaze e retire-o antes de servir. O alecrim seco tem sabor semelhante ao fresco, mas a sua textura mais dura poderá não amaciar, mesmo com uma cozedura prolongada.

Portal Dourado

Faça uma piza simples e deliciosa cobrindo a base com batatas finamente fatiadas, alho esmagado e folhas frescas de alecrim picadas.

Cristalize as flores de alecrim com clara de ovo e açúcar em pó.

 

Fonte: O GRANDE LIVRO DAS PLANTAS editora Selecções