alcaravia

 

Propriedades da Alcaravia

Carum carvi. Umbelíferas

 

A alcaravia era já popular no Médio Oriente antes de, no século XI, ser introduzida na Europa Ocidental. As sementes, de sabor anisado, são usadas como condimento. Esta planta tem também usos medicinais e cosméticos.

Outros nomes comuns: alcarávia, cominhos-dos-prados, cherivia

Partes usadas: folhas, raízes, frutos maduros secos (sementes), óleo essencial

 

No jardim

A alcaravia é uma planta bianual com folhas muito recortadas e aroma a salsa e aneto. A sua raíz principal é fusiforme e pode ser cozinhada como a cenoura. O caule de floração, com cerca de 60 cm de altura, apresenta minúsculas flores brancas com laivos cor-de-rosa, a que se seguem «sementes» castanhas em forma de crescente. A C. roxburghianum, conhecida como ajmud,é um popular condimento indiano.

  • Variedades: a ‘Sprínter’ tem uma produção intensa e, como não germinam, as sementes são fáceis de guardar.
  • Onde cultivar: a alcaravia requer solo fértil e bem drenado e localização quente e soalheira. Disponha as plantas com intervalos de 15 cm.
  • Propagação: semeie a alcaravia logo após a colheita. As plantas formam rapidamente molhos densos que devem ser separados na Primavera.
  • Cuidados: monde e regue regularmente; adube de duas em duas semanas durante a época de crescimento. No Inverno, mantenha a terra um pouco seca e não deixe a temperatura descer abaixo dos 10°C.
  • Pragas e doenças: a alcaravia raramente é atingida por pragas. Para prevenir doenças fúngicas das folhas, regue de manhã e procure não as molhar.
  • Colheita e conservação: apanhe as folhas em qualquer altura. Desenterre as raízes depois de colher as sementes. Corte as hastes florais quando as sementes começam a escurecer e a amadurecer. Ate os caules em pequenos molhos, para permitir a ventilação, e pendure-os virados para baixo até secarem. Em seguida, sacuda-os sobre um lençol para recolher as sementes. Estas contêm muitas vezes insectos (gorgulho, por exemplo), pelo que, antes de as guardar, deve congelá-las para matar os ovos.

 

Semente de Alcaravia

Na medicina natural

Carum carvi.

Parte usada: frutos maduros secos.

A capacidade da alcaravia para ajudar na expulsão de gases e para exercer efeito calmante e antiespasmódico no tracto gastrointestinal torna-a benéfica nos casos de flatulência, cólicas intestinais e meteorismo. É receitada, em conjunto com outras plantas, para a diarreia.

Para o uso seguro e correcto da alcaravia, ver «Distensão abdominal e flatulência».  Durante a gravidez e a amamentação, não use esta planta em doses superiores às da culinária.

 

Na cozinha

As sementes de alcaravia são usadas para enriquecer pão de centeio, salsichas, pratos de couve, queijos, sopas, carne de porco, goulash e maçãs, assim como bebidas alcoólicas. No Médio Oriente, esta planta é usada para aromatizar o café. Faz ainda parte de alguns pratos de caril.

 

 

Bolachas de AlcaraviaBolachas de Alcaravia

Numa bancada enfarinhada, estenda com o rolo 400 g de massa de piza ou de massa folhada, até obter uma espessura de 5 mm. Pincele-a com 1 gema batida com 2 colheres de sopa de água. Corte a massa em quadrados com 5 cm. Misture 2 colheres de sopa de sementes de papoila, alcaravia e girassol e de amêndoas partidas e espalhe sobre a massa. Leve durante 10-15 minutos ao forno pré-aquecido a 200°C. Sirva quente. Dá 36 quadrados.

 

Fonte: O GRANDE LIVRO DAS PLANTAS editora Selecções