loader image

A segurança é um estado

Ontem tive um insight: a segurança é um estado!

Vinha a conduzir e a fazer afirmações, e de repente “caiu a ficha” e vi isto com clareza: “Pois é! A segurança é um estado! Por isso eu explodia com facilidade… Tem que ser um estado…”

Seja a segurança, o amor, a confiança, a humildade, etc., são uma forma de estar. É algo que vem de dentro e não de fora…

Eu tentava colocar uma máscara de segurança… E apesar de ter ouvido isto milhões de vezes: tem que vir de dentro, tem que se SER… eu entendi á minha maneira… e os meus esforços eram com vontade mas o que é certo é que não resultaram… Porque a segurança foi uma capa… E vi com clareza: por isso eu achava que estava bem, mas algo acontecia e eu explodia…. Parecia estar em paz, mas alguém me dizia algo que não gostei, e saia de lá de dentro uma resposta torta… Depois vinha a culpa: mas de onde veio isto? Eu estava tão bem… 

Mas não foi a outra pessoa que me fez ficar assim, como se teima em pensar… Ela espremeu e saiu o que estava lá dentro…. Porque esse era o meu estado… Não posso fingir estar segura, eu tenho que SER segura; a segurança é um estado. Tudo isto surgiu porque me questionei do fato de não conseguir ser assertiva, mas como posso ser assertiva se não for segura?… Quando me espremerem o que vai sair é o que lá estiver. Tão simples…

Obrigado pela oportunidade!

Elisabete Milheiro